Cultura

 

A Associação Portuguesa de Surdos (APS) sempre foi um espaço onde a Cultura Surda floresceu e prosperou ao longo da nossa história. Neste espaço, onde a cultura coexiste com a própria identidade da Comunidade Surda, os sócios foram descobrindo atividades recreativas, algumas com base do quotidiano da sociedade. Nalgumas destas atividades, viu-se uma transformação única que só é possível dentro da Comunidade Surda, onde impera uma língua com características distintas na sua expressão – a língua gestual em detrimento da língua oral e escrita.

Para começar, destaca-se o teatro, existente já desde antes da fundação da APS, onde as peças são produzidas e executadas através da Língua Gestual Portuguesa, e os atores são, na sua maioria, pessoas surdas. Com tantos anos de atividade ininterrupta, o teatro continua a ter vida nos dias de hoje através do encenador António Mendes, pessoa surda, ator profissional e cujo nome artístico é Tony Weaver. Em conjunto com a equipa de teatro, todas pessoas surdas num leque bem diverso em termos de idade, género, raça e orientação sexual, têm realizado peças no nosso espaço, bem como noutros espaços quando assim determinado. Intérpretes Falhados, As Fofoqueiras e História Mágica são parte do repertório da equipa.

Além disso, a APS festeja igualmente os dias especiais que a sociedade festeja, tais como o Dia de S. Valentim, o Carnaval, o Dia das Crianças, o Dia das Bruxas, o Santo António, o Magusto de São Martinho, o Natal, a Passagem de Ano Novo, entre outros. Adaptamo-los para a Comunidade Surda, sempre com a Língua Gestual Portuguesa incluída. Desta forma, passou a ser parte da nossa cultura os associados encontrarem-se no nosso espaço neste dia, formando uma família gigantesca que vai além dos laços de sangue.

Não só, comemoramos também os dias que nasceram na Comunidade Surda, tais como o Dia Mundial do Surdo ou o Dia da Língua Gestual Portuguesa, bem como fazemos eventos próprios da nossa comunidade, por exemplo, o Festival Cultural de Surdos que conta com diversas artes. Eventos menores, como concursos de bolos e desfiles de moda também são organizados na nossa Associação. Por fim, os dias específicos e festivos não são o único motivo para a existência de eventos, sendo que estamos abertos para iniciativas dos sócios, tais como passeios culturais, workshops diversos, sessões de yoga, dias de jogos de futebol onde as pessoas assistem de um ecrã gigante, entre outros.